Drª Ana Paula Tavares de Souza

Pediatra (RQE 19177) e Gastroenterologista Pediátrica (RQE 19178)
CRM: 52.82245-0

Refluxo Gastroesofágico


Voltar

O que é Refluxo Gastroesofágico?

O refluxo gastroesofágico (RGE) consiste na volta do conteúdo gástrico para o esôfago. A maior parte dos casos corresponde ao refluxo fisiológico, resultante da imaturidade dos mecanismos de barreira anti-refluxo.

Deve-se suspeitar do RGE patológico quando os vômitos e regurgitações não melhoram após seis meses de vida, não respondem às medidas posturais e dietéticas, e quando estão presentes repercussões clínicas

Diagnóstico

O diagnóstico do RGE deve começar pela elaboração da história clínica completa. A história clínica de regurgitações em crianças de baixa idade, sem outras queixas e sem alterações ao exame físico, sugere o diagnóstico de RGE fisiológico. Nesses casos não há necessidade de qualquer exame complementar, sendo recomendado o acompanhamento clínico. Sintomas e sinais como ganho insuficiente de peso, irritabilidade, choro constante, sangramentos digestivos, broncoespasmo persistente, pneumonias de repetição e sintomas otorrinolaringológicos recorrentes podem ser manifestações do refluxo gastroesofágico patológico.

Tratamento

Os objetivos do tratamento são alívio dos sintomas, cicatrização das lesões esofágicas estabelecidas e prevenção de complicações. Medidas gerais devem ser recomendadas em todos os casos. Medicamentos são indicados para pacientes com doença do refluxo (refluxo patológico) ou como terapêutica de prova em algumas situações específicas, por curtos períodos. A cirurgia deve ser reservada para os casos refratários ao tratamento clínico ou para situações que envolvem risco de vida. Procure seu gastroenterologista pediátrico.


As informações contidas nesse site não substituem, de nenhuma forma, o atendimento, diagnóstico e tratamento médico.

Voltar